quarta-feira, dezembro 06, 2017

Cerimônia de Posse da AJEB-RJ

Márcia Schweizer







Passada a nossa Cerimônia de Posse, ficamos com uma agradável sensação de momentos bem vividos de trocas afetivas, reconhecimentos e muita, muita energia para tocar à frente nossa associação feminina.



Tarefa árdua é aquela de levar a cabo um evento. Geralmente, são meses de organização para um evento grande, com mais de 100 pessoas. Vários momentos de planejamento são dispensados para a realização desta reunião de pessoas com interesses comuns que, movidos pela paixão pelo que fazem e pela vontade de colaborar, cedem seus corpos, suas vidas e suas almas para elevar este planejamento ao patamar da realização e do sucesso.


Todas foram incríveis e merecem parabenizações. Já em nossa primeira aparição em público, mostramos que estamos integradas, motivadas e unidas. Isso é muito importante.

Na madrugada que antecedeu o evento eu dormi 3h apenas. Cheguei de outro evento grande e fui terminar nossa documentação. Dia seguinte, separei todo o material e rumei para o clube. Ao chegar, já estavam a postos, desde às 13h, a equipe diretora para o trabalho.


A essa altura, eu já não me sentia bem. Sensação de tontura e enjoos tomavam conta de mim, devido ao cansaço pelas jornadas anteriores.Todos faziam perguntas ao mesmo tempo e eu comecei a duvidar que conseguiria ir até o final. Apesar de estar muito acostumada a eventos de porte até maior, ainda assim eu estava ultrapassando meu limite físico e a maquiagem ajudava a esconder isso. Todavia, mais uma vez, a equipe foi incrível e mostrou a que veio. Cada uma, sem exceção, pegou em um quadrado do bordado e construíram uma linda colcha. Nem o “elefante branco” do piano no palco, nem o ar condicionado que uma ou duas “sem noção” pediram para desligar, nem a microfonia ruim e nem o adiantar da hora atrapalharam o momento maior.


A mesa de lanchinhos, composta com a ajuda das coautoras da coletânea, foi brilhante. As nossas cantoras, Angela Guerra e Nina  Fernandes deram um brilho à festa. A Cecília Meireles da Nina fez jus aos nossos agradecimentos pela importante contribuição da Larissa Loretti à AJEB-RJ. Zilda Pires, lutando com o microfone, sobreviveu e muito colaborou.  O vídeo com o Hino da AJEB que a Ex-Presidente Nacional Daisy Buazar, gentilmente enviou, deu um chame especial ao momento. Eurídice Hespanhol e Silvia Souza recebendo os livros, Dalva Frahlich recebendo as fichas, Ana Maria pagando os custos, tudo, tudo, como o combinado.


Tivemos presentes duas TVs gravando seus programas: a TV Búzios e a TVC-Rio, canal 6 da net. Além do Jornal Sem FronteirasJornal Posto 6 e Jornal Cidade da Barra, outras mídias estiveram presentes: Focus Portal Cultural, Revista Mulher Mais Bonita Programa Encontro Marcado com a Cultura – Band-RJ. O nosso agradecimento a esses profissionais.


            Preciso destacar também a presença dos Membros Honorários que nos permitiu homenageá-los, valorizando ainda mais o nosso evento com a possibilidade de ressaltá-los. E, ainda, a primeira turma de associadas que se juntaram a nós, reforçando nosso time. Essas associadas foram as primeiras a serem convidadas e serão sempre lembradas como o "Primeiro Time!"

           E, claro, a presença mais importante de todas, a da nossa Presidente Nacional Maria Odila Menezes, que veio de Porto Alegre apenas para a nossa cerimônia. A presença da nossa doce, elegante e gentil Presidente foi fundamental para nós. Nos deu a força necessária, motivação e credibilidade. Um verdadeiro privilégio para todas nós, que contamos ainda com o prestigio da Presidente da AJEB-RS Evanir Plaszewski, da Ajebiana do RS, a historiadora e organizadora da Coletânea Palavras 2017, da AJEB-RS, Hilda Flores, e da Ajebiana de SP, Astrid Beutler.

            Que alegria contar com o apoio do Clube Monte Líbano, nos cedendo esse espaço tão agradável e oportuno e também o patrocínio da ABBA – Academia Brasileira de Belas Artes, que nos proporcionou embelezarmos o nosso evento com a ornamentação floral.


Bem, amigas, essa foi a primeira cerimônia. Ajustes a fazer para a superação? Certamente! Todavia, isso é inerente e deve nos permear sempre.

Amigas, formamos, neste momento, uma nova família. Temos a responsabilidade de fazermos algo importante e de deixarmos um legado. Vamos continuar unidas e intensificar cada vez mais nosso movimento e mostrar a força feminina. Temos muito a fazer e a realizar. Muitos outros momentos virão; alguns com retumbantes sucessos e outros com amargos fracassos. Mesmo assim, serão nossos eventos, onde compartilharemos experiências, conhecimentos, alegrias e tristezas.


Obrigada pela dedicação, pela atenção, pelo sorriso fácil e pela cordialidade que ofertaram. Obrigada por cada uma das gotas de suor escorridas em suas faces. Obrigada pela dedicação, pela atenção, pelo carinho e por proporcionar a todos um ambiente verdadeiramente compartilhado. Tenham em seus corações, mais uma vez, a certeza do trabalho bem feito e, em suas mentes, a garantia do sucesso e da tarefa cumprida.


Vamos em frente! 

Com carinho fraterno e muito orgulho de todas,

Dyandreia Portugal
Presidente Coordenadora AJEB-RJ